DECLARAÇÃO DE INTENÇÕES

O que me distingue de um revolucionário, é que este quer mudar o mundo. eu não quero mudar rigorosamente nada, apenas registar a iniquidade humana.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

a greve geral em discurso direto



Boa tarde:
o que me traz a este contato é o facto de discordar de dois pontos referidos pelo vosso convidado de hoje, o Dr. Luis Gonçalves da Silva.
Um: coloca no mesmo patamar o direito ao trabalho com o direito à greve. Ora o 1º é universal, qualquer pessoa deve ter direito a exercer uma profissão e a ser remunerado e tratado com dignidade por isso. O 2º é um direito particular, quando o direito ao trabalho com dignidade e respeito é posto em causa. Assim, não são direitos que se sobreponham, porque um só aparece quando o outro está posto em causa. Logo, os trabalhadores que furam a greve estão a trair os seus colegas de trabalho e merecem ser discriminados por isso. O papel deles é assim como se de repente um jogador de uma equipa de futebol desatasse a marcar golos na própria baliza. Julgo que nenhum colega ou adepto admitiria impune tal comportamento.
o segundo ponto com o qual discordo do Dr. Luis Silva, é quando ele refere que os patrões convivem bem com as greves e respeitam esse direito... Eles até podem conviver bem com as greves, convivem é muito mal com os grevistas. O sr. Dr. sabe melhor que eu que 95% das nossas empresas são pequenas ou micro, empregam pouca gente, daí a greve ter tido repercussão, no setor privado, apenas em empresas multinacionais ou grandes empresas. Sabe também que desde a alteração ao código do trabalho, na qual ele colaborou, no setor privado mesmo os trabalhadores efetivos podem ser despedidos a qualquer momento, mas a maioria dos trabalhadores no setor privado, estarem privados de contatarem ou serem contatadoas pelos sindicatos e pelos sindicalistas, não tem quem os mobilize, mais de 90% desses trabalhadores tem contratos precários, trabalham a recibo verde, ou contratos sem termo certo. E claro que o patrão ao despedir dará semre outra razão, não vai dizer que despede o trabalhador ou não renova o contrato porque o trabalhador fez greve! Só se for parvo. Há ainda a situação da avaliação, a partir do momento em que o trabalhador por fazer greve pode ser (com outra desculpa) ser avaliado negativamente e aquele que não faz greve recebe avaliação positiva, constitui mais um fator de pressão sobre os trabalhadoresd. Enfim, as retaliações patronais sobre os trabalhadores que fazem greve, ou a ameaça para que eles não a façam, existe, mas é como a corrupção nunca se consegue provar.
Para finalizar, referiu o Dr. Luis Silva que um dia de greve custa ao país 500 milhões de €uros, fico feliz por ter contribuído para esse prejuízo, são esses €uros me3nos que "eles" roubam. Não foram as greves que conduziram o país a esta situação, a Dinamarca, salvo erro, é o país da europa em que se verificam mais dias de greve por ano e vê-se as diferenças entre a Dinamarca e Portugal... Os BPP's e os BPN's e outros casos, daqueles que nunca tem responsáveis nem se consegue provar nada, isso é que levou portugal a este estado de coisas.
Quem roubou que pague o furto!

jaime crespo

ecos da huelga general

Aos senhores deste mundo e do outro:
se quereis a paz: aqui a tendes.
mas se buscais a guerra, à vossa cama a levaremos!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

crise total - a crise continua

AIT-SP - panfleto sobre a greve geral

Panfleto Greve Geral Nov 2011

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

O Bloco de Esquerda e a greve que aí vem


infelizmente, parece-me, que o Bloco de Esquerda se está a condenar a não se repensar nem a fazer-se representar.
o Bloco até trabalha bem a nível parlamentar mas e depois? nas empresas, na rua, onde anda o Bloco?
que contributo, que participação e que preparação tem o Bloco feito para a greve de dia 24?
tinhamos pelo menos um imperativo ético de esquerda que era apelar à participação na greve de todos os trabalhadores precários, com contratos sem termo certo e outros que não vão fazê-la com medo de represálias: não verem o seu contrato renovado ou serem literalmente despedidos pela entidade patronal. tinhamos pois o imperativo de avisar os patrões que esses trabalhadores teriam em nós Bloco uma força que os defenderia e que responderia com represálias à represálias patronais: divulgar o nome do patrão e da empresa na internet, manifestações à porta das instalações até re admitirem o(s) trabalhado(es) despedido(s), apelo ao boicote dos seus produtos ou serviços, elaborar uma lista negra dos maus patrões e das empresas com más práticas em relação aos trabalhadores, etc.
pelo contrário, nós, Bloco, e o PCP através da entrevista que Jerónimo de Sousa deu ao Público, apenas lamentamos a situação de chantagem em que esses trabalhadores vivem e constatar o fato deles não irem fazer greve...
lamento e quando tanta coisa se podia fazer.

jaime crespo

sábado, 12 de novembro de 2011

estamos quase lá...


ALTERAÇÃO AO CÓDIGO DO TRABALHO

1. INDUMENTÁRIA:


Informamos que o funcionário deverá trabalhar vestido de acordo com o seu Salário.
Se o virmos calçado com uns ténis Adidas de 100€ ou com uma bolsa Gucci de 150€, presumiremos que está muito bem de finanças e portanto, não precisa de aumento. 





Se ele se vestir de forma pobre, será um sinal de que precisa aprender a controlar melhor o seu dinheiro para que possa comprar roupas melhores e portanto, não precisa de aumento. 





E se ele se vestir no meio-termo, estará perfeito e portanto, não precisa de aumento.

2.AUSÊNCIA DEVIDO A DOENÇA:
Não vamos mais aceitar uma declaração do médico como prova de doença.
Se o funcionário tem condições para ir até ao consultório médico também tem para vir trabalhar. 



3. CIRURGIA:
As cirurgias são proibidas.
Enquanto o funcionário trabalhar nesta empresa, precisará de todos os seus órgãos, portanto, não deve pensar em tirar nada. Nós contratámo-lo inteiro.
Remover algo constitui quebra de contrato. 



4. AUSÊNCIAS DEVIDO A MOTIVOS PESSOAIS:
Cada funcionário receberá 104 dias para assuntos pessoais, em cada ano. Chamam-se Sábados e Domingos. 



5. FÉRIAS:
Todos os funcionários têm direito a gozar ainda mais 12 dias de férias nos seguintes dias de cada ano:
1 de Janeiro,
Dia de Páscoa
25 de Abril,
1 de Maio,
10 de Junho,
15 de Agosto,
5 de Outubro,
1 de Novembro,
1 de Dezembro.
8 de Dezembro.
25 de Dezembro. 



6. AUSÊNCIA DEVIDO AO FALECIMENTO DE ENTE QUERIDO:


Esta não é uma justificação para perder um dia de trabalho.
Não há nada que se possa fazer pelos amigos, parentes ou colegas de trabalho falecidos.
Todo o esforço deverá ser empenhado para que os não-funcionários cuidem dos detalhes. Nos casos raros, onde o envolvimento do funcionário é necessário, o enterro deverá ser marcado para o final da tarde.
Teremos prazer em permitir que o funcionário trabalhe durante o horário do almoço e, daí sair uma hora mais cedo, desde que o seu trabalho esteja em dia.

7. AUSÊNCIA DEVIDO À SUA PRÓPRIA MORTE: 


Isto será aceite como desculpa. Entretanto, exigimos pelo menos15 dias de aviso prévio, visto que cabe ao funcionário treinar o seu substituto.

8. O USO DO WC: 




Os funcionários estão a passar tempo demais na casa de banho.
No futuro, seguiremos o sistema de ordem alfabética. Por exemplo,
Todos os funcionários cujos nomes começam com a letra 'A' irão entre as
 9:00 e 9:20, aqueles com a letra 'B' entre 9:20 e 9:40, etc. Se não puder ir na hora designada, será preciso esperar a sua vez, no dia seguinte.
Em caso de emergência, os funcionários poderão trocar o seu horário com um colega. Ambos os chefes dos funcionários deverão aprovar essa troca, por escrito.
Adicionalmente, agora há um limite estritamente máximo de 3minutos na sanita. Acabando esses 3 minutos, um alarme tocará, o rolo de papel higiénico será recolhido, a porta da sanita abrir-se-á e uma foto será tirada. Se for repetente, a foto será afixada no quadro de avisos e Intranet do Serviço com o título infractor Crónico.

9. A HORA DO ALMOÇO: 





Os magros têm 30 minutos para o almoço, porque precisam comer mais para parecerem saudáveis.
As pessoas de tamanho normal têm 15 minutos para comer uma refeição balanceada que sustente o seu corpo mediano.
Os gordos têm 5 minutos, porque é tudo que precisam para tomar uma salada e um moderador de apetite.

Muito obrigado pela sua fidelidade à nossa empresa. Estamos aqui para proporcionar uma experiência laboral positiva. Portanto, todas as dúvidas, comentários, preocupações, reclamações, frustrações, irritações, desagravos, insinuações, alegações, acusações, observações, consternações e quaisquer outras... ões' deverão ser dirigidas para outro lugar.

Tenham uma boa semana.

Administração.Com a aprovação da Comissão Europeia PEC 50
0.



quinta-feira, 10 de novembro de 2011

i' m a loser


blog fechado por tempo indeterminado......................



the beatles - i'm a loser

Eu Sou Um Perdedor Eu sou um perdedor, Eu sou um perdedor E eu não sou o que pareço ser.. De todo amor que eu ganhei ou que perdi há um que nunca vou esquecer Ela era a menina em um milhão, meu amigo Eu devia saber que ela ganharia no final Eu sou um perdedor,E eu perdi alguém que estava bem próximo de mim Eu sou um perdedor, E eu não sou o que pareço ser.. Embora eu ria e aja como um palhaço Atrás dessa máscara, eu estou com o rosto triste Minhas lágrimas estão caindo como a chuva cai do céu É por ela ou por mim mesmo que eu choro? Eu sou um perdedor,e eu perdi alguém que estava próximo de mim Eu sou um perdedor, e eu não sou o que pareço ser... O que eu fiz para merecer esse destino? Eu percebi que deixei isso muito tarde E é verdade, o orgulho sempre vem antes de uma queda Estou te dizendo isso para você não perder todas Eu sou um perdedor, e eu perdi alguém que estava próximo de mim, Eu sou um perdedor, e eu não sou o que pareço ser